terça-feira, 4 de janeiro de 2011



"tchau Cinderela"- Flavio Pettinichi texto e Fotografia Digital-
sem Manipulação - Cannon Rebels- 2011

Elementares jogos de luzes e sombras
dançam dentre as cores de uma estepe insone
E teus pés, que habitam um espaço sem forma, calam
Vai teu manto rosa rasgado nas folhagens mortas
E nuas as palavras se escondem como liquens na crosta
Mamífera do teu sexo marino.
Tchau Cinderela !
Flavio Pettinichi- 01- 01- 11

9 comentários:

Pat. disse...

Que fofo!
Muito obrigada Flávio!
A imagem eu amei e o poema é lindo!

Agradeço imenso teu carinho.
Tenha um excelente dia!
Beijo.


P.S.: é para você escrever algo que vem à sua cabeça quando lê: quanto mais eu rezo?... aí tu escreves a tua frase! rsrrss

Flor de Lótus disse...

Assim, como os príncipes encantados as cinderelas estão em extinção...
Beijos

Hölle Carogne disse...

Nossa Flávio, que lindo isto!!! Amei!!!

Hölle Carogne disse...

Nossa Flávio, que lindo isto!!!

Alyne Rubio disse...

Que sapatinho mais lindo, o texto também.
Só passei pra dizer: Tenha um ótimo fim de semana :), e claro, pra apreciar suas palavras e fotografias.
Grande beijo!

Janaina Cruz disse...

Lindo poema Flávio.

Tomara que todas as Cinderelas revelem-se e vão correndo buscar os sapinhos esquecidos nas escadarias, e poupe o tempo de procura, em troca do tempo de amor.

Abraços mil

artur gomes disse...

Fala Flávio, grande abraço


com os seus dentes de concreto são paulo é quem me devora
e selvagem devolvo a dentada na carne da rua Aurora

artur gomes – sampleAndo no blog do Luis Nassif
http://www.advivo.com.br/categoria/autor/artur-gomes

arturgomes
http://artur-gomes.blogspot.com

artur gomes disse...

por aqui nem só beleza
nesses dias de paupéria
nação de tanta beleza
país de tanta miséria

http://goytacity.blogspot.com/2011/03/turma-dos-panos-quentes-e-agora-quem.html

ventilador – jiddu saldanha – cinema possível
http://www.youtube.com/watch?v=SVpwfLpwp00

Dica Cardoso disse...

Que despedida...
caiu como uma luva,ou melhor,sapatinho, a relação entre a imagem e as palavras!Mas,nem precisava das correntes,com base nas palavras tenho certeza que a cinderela não iria embora,nem mandando!Belissimo,tudo...

Paz no coração pra você!